terça-feira, 11 de outubro de 2011

Postado por Luana Ciriaco às 13:18 2 comentários

Depois que fecham as cortinas da vida...

                                         Tia Célia que  Deus ilumine sua alma



Por que tanto tempo perdido? Enlouqueço-me ao ver a ignorância do homem, o quanto perdemos ao tentar desfazer-se do outro. Quanto vale a lágrima dos que nos cercam, o que nos faz pensar que não somos capazes de cometer os mesmos erros. Vivo cercada por um grupo de pessoas intolerantes, que acreditam ser melhores do que os outros. A questão não está na suposta superioridade, mas sim na falta de humildade.  Por que tanta intriga? Por que é tão difícil enxergar o dialogo como uma solução? Admito que alguns valores são perdidos com o passar do tempo, mas será que devemos perder com eles, os valores que formam nossa personalidade, que nos fazem ser quem somos.

O mundo está acabando, acho que, esse é o melhor momento para tentarmos responder essas perguntas, então não deixe para amanhã o que pode ser feito hoje.

Fui a um enterro essa semana e posso dizer que não sou mais a mesma, talvez esteja com medo da morte ou com receio do que se esconde por trás daqueles olhos fechados. Sou temente a Deus e acredito no céu e no inferno, por isso me pergunto se existe alguém neste mundo (excluindo as crianças) que irá conhecer a magnitude do paraíso, não é preciso ler a bíblia para saber que o fim se aproxima, todas as profecias se cumpriram. É lamentável ver que não existe outra saída a não ser clamar a Deus por piedade, esse post é apenas um desabafo, de uma garota que chorou pela madruga e, que sorriu pela manhã ao ver o sol nascer. Ainda à esperança faça a sua escolha!



quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Postado por Luana Ciriaco às 17:58 0 comentários


Muito mais que amor


Muito mais que amor;
É quando o meu corpo chama o seu;
E meus olhos se encontram em teu olhar;
Muito mais que amor;
É quando minha boca grita o seu nome;
E os seus lábios aparecem para acalma – lá;
                                     Muito mais que amor;                                     
É desejar o que não se pode ter;
É encontrar em um alguém o motivo para viver;
Muito mais que amor;
É se entregar ao sofrer;
É desistir de viver;
   É um querer maior que bem querer.


Postado por Luana Ciriaco às 16:30 1 comentários

 

Crepúsculo



Estive presa em um vale sombrio;
No lugar onde o nada habita, conheci a solidão;
A morte estava próxima dali;
Vi os meus olhos fecharem;
E, tive medo de abri-los;
A minha alma estava fora do meu corpo;
Havia perdido o meu coração;
Tão corrompida quanto uma pecadora;
Tive meus sonhos perdidos e, duvidava da salvação;
Quando tudo parecia ser nada;
Encontrei o clarão.
  
                                            
                                              Luana Ciriaco
Postado por Luana Ciriaco às 11:14 1 comentários
                                       Momento desabafo...

Andei pensando em muitas coisas nessa semana, em como a vida dá voltas, no como o medo de não conseguir algo nos paralisa. Estou em uma fase complicada, sinto medo de tudo e de todos, às vezes quero gritar, outras sorrir, e até mesmo chorar. Penso no como será minha vida daqui a alguns anos e me preocupo, são tantas coisas a cumprir, tantos caminhos a escolher. Eu tenho medo de fazer as escolhas erradas e depois me arrepender.
Talvez seja um pouco de insegurança, ou falta de confiança em mim mesma, na verdade acho que é um pouco de tudo, uma mistura de sentimentos que borbulham em minha cabeça, me levando a um mar de dúvidas. Enfim não são as respostas que nos conduzem ao caminho certo, são as perguntas que definem quem somos e onde queremos chegar, por mais que eu tente pular está fase, sei que, não será possível, e a única coisa que me resta é esperar...


 

*** Luana Ciriaco*** Copyright © 2009 Paper Girl is Designed by Ipietoon Sponsored by Online Business Journal