terça-feira, 24 de julho de 2012

Meu livro na Bienal de SP

Postado por Luana Ciriaco às 23:12 2 comentários

Conto com a presença de todos...

terça-feira, 17 de julho de 2012

Postado por Luana Ciriaco às 23:00 1 comentários


Tarde demais...


Nunca entendi como funciona o coração juro que por muitas vezes esforcei-me para compreendê-lo, mas nunca cheguei a conclusão alguma. Meu nome é Maria flor mais os meus amigos mais íntimos costumam me chamar de Flor e sinceramente prefiro ser chamada assim. Há cerca de cinco anos atrás eu conheci o Leonardo, meu melhor amigo, a nossa harmonia era tanta que muitas das vezes eu esquecia que ele era um homem. Começamos a nossa amizade ainda no ensino médio o tempo passou nos formamos e entramos para a faculdade de psicologia por coincidência do destino tínhamos os mesmos sonhos de nos tornar grandes psicólogos um dia, mas sabíamos que o caminho era longo. Nos primeiros períodos da faculdade a vida parecia perfeita principalmente quando estávamos juntos, mas com o passar do tempo outras pessoas foram se juntando a nós e tudo mudou. Não éramos mais os mesmos amigos da época da escola e aos poucos fomos ficando distantes até que finalmente deixamos de nos falar.
Tudo ficou tão formal que era óbvio que ele não estava mais sozinho talvez tivesse arrumado uma namorada ou uma companhia mais agradável do que eu a verdade é que acho que nunca vou descobrir o que aconteceu entre a gente, eu não sei se foi uma amizade intensa, se foi um amor juvenil ou qualquer outra coisa, mas confesso que por muitas noites eu chorei por não tê-lo ao meu lado. Muitas amigas me aconselharam a dizer o que eu sentia mais nunca quis fazer isso nós éramos tão parecidos que eu não conseguia acreditar, que uma relação entre nós poderia dar certo. Depois que eu me acostumei com o rumo que nossas vidas havia tomado resolvi abrir o meu coração para outras pessoas e acabei conhecendo o Matias, um estudante de odontologia, eu costumava ficar sentada nos degraus da escada do bloco A sempre com um livro em cima das pernas, ás vezes eu parava para ler e outras para espiar os rapazes que passavam de branco pelo corredor. Foi em um desses dias que Matias resolveu se apresentar, nós começamos a conversar e acabamos descobrindo que tínhamos algumas afinidades. Passamos a nos ver todas as noites, ele fazia questão de me acompanhar até metade do caminho na volta para casa e quando dei por mim já estávamos mais envolvidos do que eu gostaria de admitir. Começamos a namorar sem nos preocupar com nada e nem ninguém fazíamos planos de nos casar e ter dois filhos, o Matias era o meu príncipe encantado e perde-lo não estava nos meus planos.
A essa altura fazia uns três meses que eu não via o Leonardo estávamos cursando matérias diferentes em horários diferentes, mas de repente ele apareceu e depois de me ver ao lado de Matias tomou coragem de confessar o que ele nunca me permitiu falar, ele confessou que gostava de mim e que não suportava a idéia de me ver ao lado de outro, eu fiquei surpresa com aquela atitude e acabamos nos beijando. Esperei tanto por esse momento que quando ele finalmente chegou percebi que era tarde demais, eu não senti nada ao beija-lo, a nossa relação havia tornado-se apenas uma lembrança e nada mais, além disso. Era com Matias que eu queria ficar e Leonardo precisava entender isso, o tempo é cruel e descobrimos isso da pior maneira possível. Depois de formados eu e Matias nos casamos e tivemos dois filhos, Leonardo mudou de cidade e nunca mais tive noticias, a vida não foi tão fácil quanto imaginei mais nunca me arrependi das escolhas que fiz. Aprendi que tudo tem seu tempo e que para ganharmos algo devemos abrir mão de outras e principalmente sempre sermos honestos com nós mesmos, não deixe para dizer amanhã o que você sente por alguém, pois pode ser tarde demais.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Dizer Adeus...

Postado por Luana Ciriaco às 22:31 2 comentários


Queria saber o que foi que você viu em mim;
O seu jeito de me olhar continua o mesmo;
Os anos passaram e você continua ao meu lado;
Tenho medo de não ser fiel o bastante;
Conheço cada gesto teu;
Seu jeito de me reprender com os olhos quando está magoado;
Seu jeito de coçar a cabeça quando está nervoso;
Mas ainda assim não consigo enxergar o teu coração;
O que se esconde por trás de tanta beleza?
Você tem medo de me dizer adeus?
Às vezes percebo que quer sair do lugar e que estou te atrapalhando;
Não quero ser um estorvo, meu amor.
Apenas escute a voz do seu coração;
E lembre-se que eu sempre estarei aqui...

terça-feira, 19 de junho de 2012

Depois...

Postado por Luana Ciriaco às 23:21 0 comentários


A solidão não me assusta;
Mais o teu silêncio me corrói;
Estou olhando fixamente para os seus olhos e eles não me dizem nada;
É verdade que tudo na vida tem fim?
Que o amor por mais belo que seja um dia acaba?
Não queria sentir isso, na verdade ninguém quer;
Meu coração está partido;
Você se foi e eu preciso aceitar;
Não vejo mais a chuva do outro lado da minha janela;
Isso é um bom sinal;
Talvez eu esteja aprendendo a andar, sem você segurar em minhas mãos;
Estou caída agora...
Mas amanhã estarei de pé e estenderei as minhas mãos para você levantar.

Escolhas...

Postado por Luana Ciriaco às 00:27 1 comentários

Sei que eu tenho muitos defeitos que não sou a pior nem a melhor mulher do mundo, mas eu gostaria de saber o motivo que faz tudo acabar? Estou em silêncio agora, penso no que ficou para trás e no que virá... Sinto que estou sufocando a cada segundo e que tudo não passa de uma confusão do meu inconsciente. Não dá para esperar mais do que o previsível dos outros. Dói saber que o amanhã pode ser o fim e que o hoje nunca é aproveitado como deveria. Perdemos as pessoas que mais gostamos por escolhas erradas...

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Book Trailer - O Diário de Emily Christine

Postado por Luana Ciriaco às 00:21 2 comentários
Coloquei uma música no fundo... Espero que gostem.


terça-feira, 12 de junho de 2012

Fuga...

Postado por Luana Ciriaco às 19:27 0 comentários

Fuga...
Vejo o tempo passar tão depressa que tenho medo de não alcança-lo;
Estou reunindo o que sobrou de mim e não enxergo nada a não ser dor;
Estou morrendo por dentro...
Como eu queria apagar o passado e olhar o futuro com outros olhos;

Dizem que eu não estou pronta para recomeçar;
Mas quem é que sabe?
Vejo o mundo como uma redoma é como se eu estivesse encurralada;
Tento correr mais nenhum lugar me parece seguro;

Tenho medo de morrer sufocada e decepcionar a mim mesma;
Estou presa a um vale sombrio e nada nem ninguém pode me salvar;
Escondo-me atrás de arbustos que ferem a minha visão;
E tudo   que encontro é um campo vazio onde o único habitante é a solidão;

Reconheço que fugir do meu próprio eu não me levará a lugar algum;
A não ser ao lugar de onde nunca sai;
Dentro de mim.






terça-feira, 5 de junho de 2012

Delirios...

Postado por Luana Ciriaco às 19:38 1 comentários


Delírios...


Meus olhos estão abertos agora;
Estou olhando um horizonte que nunca irei alcançar;
Sinto-me confusa e distante do mundo;
Tenho medo de tudo e de todos;

Choro todas as noites;
É como se ele ainda estivesse aqui;
Caio em um abismo e não consigo me levantar;
Tenho feridas que não cicatrizaram;


Dizem que o tempo cura tudo;
Mas estão enganados;
O tempo é cruel;
Ele passa e não espera por ninguém;


Estou reunindo o que sobrou de mim;
Presa em um quarto sombrio;
Onde as paredes são geladas;
E os meus pensamentos me fazem acreditar que é o meu fim...


Luana Ciriaco

sexta-feira, 30 de março de 2012

Degustação - O Diário de Emily Christine

Postado por Luana Ciriaco às 15:54 0 comentários
 

Na calada de uma noite de inverno, ouvi um som não muito comum, vindo da janela do quarto. Olhei pelo vidro e nada encontrei, a não ser uma rua deserta e sombria, do lado de fora da minha humilde casa - dava para se ver o rio Sarapui, na cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, escuro e mal cheiroso. Os vizinhos mais antigos costumavam dizer, que alguns anos antes de eu nascer, as pessoas tomavam banho ali, é difícil acreditar, que aquele rio negro e repleto de lixo, um dia foi comparado a uma linda lagoa. Talvez pelo cheiro, ou por alguma razão inexplicável, esse rio tornou-se o meu maior dilema...


quinta-feira, 29 de março de 2012

Postado por Luana Ciriaco às 14:46 0 comentários



Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o

                                  Fernando Pessoa

sexta-feira, 9 de março de 2012

Com Amor...

Postado por Luana Ciriaco às 11:29 1 comentários


Que...



Que o nosso amor nunca acabe;
Que o teu cheiro permaneça em minha memória por muitos anos;
Que tenhamos filhos para continuar a nossa história;
Que sejamos felizes para todo o sempre...

Que o seu lábio seja meu refugio em dias de dor;
Que você esteja sempre por perto para me socorrer;
Que tua alegria faça os meus dias mais felizes;
Que você seja sempre você.

Meu amor...


Luana Ciriaco.


quinta-feira, 8 de março de 2012

Dia Internacional da Mulher

Postado por Luana Ciriaco às 11:16 1 comentários

 Feliz Dia Internacional da Mulher !



MULHER

FLOR NO JARDIM DA TERNURA
BELEZA TÃO PURA
PRA SE ADMIRAR
FORÇA, CARINHO, CORAGEM
É ESTA A IMAGEM
QUE EU QUERO GUARDAR
VOCÊ QUE CARREGA
A VIDA NO VENTRE
GERA O FASCÍNIO
O SONHO DA GENTE
VOCÊ É O AMOR
O FIM DE UMA DOR
MULHER!

FONTE DE INSPIRAÇÃO
TEMA DA MINHA ORAÇÃO
ESTRELA DE MAIOR BRILHO
NA IMENSIDÃO DO CÉU
TODAS AS RAÇAS E CORES
DE MARIA A DOLORES
VENHA DE ONDE VIER
ESTE ENCANTO
É VOCÊ, MULHER!

QUANTOS CAMINHOS VIVIDOS
MARCADOS, SOFRIDOS
SEM NINGUÉM SABER
MAS SEU INSTINTO DE LUTA
AQUECE A PERMUTA
ENTRE A FORÇA E O VIVER
SUA GRAÇA É UM PRESENTE
UM SONHO REAL
TRANSFORMA O ÓDIO
EM AMOR IMORTAL
VOCÊ É ASSIM
O INÍCIO E O FIM
MULHER!

segunda-feira, 5 de março de 2012

Nunca Pare de Sonhar...

Postado por Luana Ciriaco às 17:50 1 comentários


Havia no alto de uma montanha três árvores. Elas sonhavam com o que iriam ser depois de grandes. A primeira, olhando as estrelas disse: eu quero ser o baú mais precioso do mundo e viver cheia de tesouros. A segunda, olhando um riacho suspirou: eu quero ser um navio bem grande para transportar reis e rainhas. A terceira olhou para o vale e disse: quero crescer e ficar aqui no alto da montanha; quero crescer tanto que as pessoas ao olharem para mim levantem os olhos e pensem em Deus. Muitos anos se passaram, as árvores cresceram. Surgiram três lenhadores que, sem saber do sonho das árvores, cortaram as três. A primeira árvore acabou se transformando num cocho de animais, coberto de feno. A segunda virou um barco de pesca transportando pessoas e peixes todos os dias. A terceira foi cortada em vigas e deixada num depósito. Desiludidas as três árvores lamentaram os seus destinos. Mas, numa certa noite, com o céu cheio de estrelas, uma jovem mulher colocou o seu bebê recém-nascido naquele cocho. De repente, a árvore percebeu que continha o maior tesouro do mundo. A segunda, certo dia, transportou um homem que acabou por dormir no barco. E, quando uma tempestade quase afundou o barco, o homem levantou-se e disse PAZ!! E, imediatamente, as águas se acalmaram. E a árvore transformada em barco entendeu que transportava o rei dos céus e da terra. Tempos mais tarde, numa Sexta-feira, a árvore espantou-se quando as vigas foram unidas em forma de cruz e um homem foi pregado nela. A árvore sentiu-se horrível vendo o sofrimento daquele homem. Mas logo entendeu que aquele homem salvou a humanidade e as pessoas logo se lembrariam de Deus ao olharem para a cruz. O exemplo das árvores é um sinal de que é preciso sonhar e ter fé. SEMPRE!!! Não importa o tamanho dos sonhos que você tenha, sonhe muito e sempre. Mesmo que seus sonhos não se realizem exatamente como você desejou, saiba que eles se concretizarão da maneira que Deus entendeu ser a melhor para você. "Uma nuvem não sabe por que se move em tal direção e em tal velocidade. Sente apenas um impulso que a conduz para esta ou aquela direção. Mas o céu sabe os motivos e os desenhos por trás de todas as nuvens, e você também saberá, quando se erguer o suficiente para ver além dos horizontes.



sexta-feira, 2 de março de 2012

Atitude é Tudo!

Postado por Luana Ciriaco às 13:30 0 comentários


 Luis é o tipo de cara que você  gostaria de conhecer.. 
Sempre estava de bom humor e sempre tinha algo de positivo para dizer.  
      Se alguém lhe perguntasse como ele estava, a  resposta seria logo:
"Ah.. Se melhorar, VIRA FESTA”.

Ele era um gerente especial em um restaurante, pois  seus garçons
o seguiam de restaurante em restaurante apenas pelas suas atitudes..
Ele era um motivador nato.
Se um colaborador estava tendo um dia ruim,
Luis  estava sempre dizendo como ver o lado positivo da situação.
Fiquei tão curioso com seu estilo de vida que um dia  lhe perguntei:  
"Você não pode ser uma pessoa positiva todo o tempo".  

  "Como faz isso" ?
Ele me respondeu: "A cada manhã, ao acordar, digo para mim mesmo":  

"Luis, você tem duas escolhas hoje:  
   Pode ficar de bom humor ou de mau humor.
Eu escolho ficar de bom humor". 

Cada vez que algo ruim acontece, posso escolher  bancar a vítima ou aprender alguma coisa com o ocorrido.
Eu escolho aprender algo.
Toda vez que alguém reclamar, posso escolher aceitar  a reclamação ou mostrar o lado positivo da vida.  
Certo, mas não é fácil - argumentei.  
  É fácil sim, disse-me Luis.  
A vida é feita de escolhas.  
Quando você examina a fundo, toda situação sempre  oferece escolha.  

Você escolhe como reagir às situações.

Você escolhe como as pessoas afetarão o seu  humor. 
É sua a escolha de como viver sua vida.  
 
Eu pensei sobre o que o Luis disse e sempre lembrava
dele quando fazia  uma escolha. 
Anos mais tarde, soube que Luis um dia cometera um  erro, deixando a porta de serviço aberta pela manhã.  

Foi rendido por assaltantes.
Dominado, e enquanto tentava abrir o cofre, sua mão  tremendo pelo nervosismo, desfez a combinação do segredo. 

Os ladrões entraram em pânico e atiraram nele.  

Por sorte foi encontrado a tempo de ser socorrido e  levado para um hospital..    
Depois de 18 horas de cirurgia e semanas de  tratamento intensivo, teve alta ainda com fragmentos de balas alojadas em seu corpo. 
Encontrei Luis mais ou menos por acaso.
Quando lhe perguntei como estava, respondeu:   
"Se melhorar, VIRA FESTA”.   

Contou-me o que havia acontecido perguntando:  
"Quer ver minhas cicatrizes"? 
Recusei ver seus ferimentos,  mas  perguntei-lhe o que havia passado em sua mente na ocasião do  assalto. 
A primeira coisa que pensei foi que deveria ter  trancado a porta de trás, respondeu.  
Então, deitado no chão, ensangüentado, lembrei  que tinha duas escolhas:  
"Poderia viver ou morrer". 
"Escolhi viver"! 

Você não estava com medo? Perguntei.
"Os para-médicos foram ótimos". 
" Eles me diziam que tudo ia dar certo e  que ia ficar bom".    
"Mas quando entrei na sala de emergência e vi a  expressão dos médicos e enfermeiras, fiquei apavorado". 
 
Em seus lábios eu lia:    "Esse aí já era".     
Decidi então que tinha que fazer algo.  

O que fez ? Perguntei. 
Bem.. Havia uma enfermeira que fazia  muitas  perguntas.  
Perguntou-me se eu era alérgico a alguma coisa.  
Eu respondi: "sim".  
Todos pararam para ouvir a minha resposta..  
Tomei fôlego e gritei; "Sou alérgico a balas"!  

Entre risadas lhes disse:
"Eu estou escolhendo viver, operem-me como um ser vivo, não como um morto".    
 
Luis sobreviveu graças à persistência dos médicos...
mas sua atitude é que os fez agir dessa maneira.

E com isso, aprendi que todos os dias, não importa
como eles sejam, temos sempre a opção de viver plenamente.
Afinal de contas,   "ATITUDE É TUDO". 

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

1° Odisseia de Literatura Fantástica - Porto Alegre

Postado por Luana Ciriaco às 17:37 2 comentários

Olá pessoal, o dia da 1° Odisseia de Literatura está chegando e quero convidar a todos para prestigiar esse evento eu vou participar e conto com a visita de vocês...


DIAS 27 e 28 DE ABRIL DE 2012 EM PORTO ALEGRE


Após décadas de esforços, o Brasil vive um período de consolidação editorial dos gêneros fantásticos, como são conhecidos o Horror, a Fantasia e a Ficção Científica. Novos escritores e editoras dedicadas à Literatura Fantástica surgem por todo o país, enquanto a massa de leitores cresce a cada dia. 
Para aproveitar esse excepcional momento de nossa literatura, a Argonautas Editora, criada por Duda Falcão e Cesar Alcázar, idealizou ao lado de Christopher Kastensmidt um evento que visa reunir escritores, editores e leitores de diversas localidades do país com o intuito de solidificar o cenário Fantástico brasileiro, além de transformar Porto Alegre em um pólo do Fantástico nas artes.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Quatro coisas que não voltam...

Postado por Luana Ciriaco às 17:58 1 comentários

Quatro coisas que não voltam...




Uma jovem estava à espera de seu vôo, na sala de embarque de um grande aeroporto. Como deveria esperar várias horas, resolveu comprar um livro para passar o tempo. Comprou, também, um pacote de biscoitos. Sentou-se numa poltrona, na sala vip do aeroporto, para poder descansar e ler em paz. Ao lado da poltrona onde estava o saco de biscoitos sentou-se um homem, que abriu uma revista e começou a ler. Quando ela pegou no primeiro biscoito, o homem também tirou um. Sentiu-se indignada, mas não disse nada. Apenas pensou: “Mas que atrevido! Se eu tivesse com disposição dava-lhe um soco no olho, para que ele nunca mais se esquecesse deste atrevimento!”. A cada biscoito que ela pegava, o homem também tirava um. Aquilo foi lhe deixando cada vez mais indignada, mas não conseguia reagir. Quando restava apenas um biscoito, ela pensou: “Ah... o que vai fazer esse abusado agora?” Então, o homem dividiu o último biscoito ao meio, deixando a outra metade para ela. Ah! Aquilo era demais! Ela estava soprando de raiva! Então, pegou no livro, e no restante das suas coisas e dirigiu-se para a porta de embarque.

Quando se sentou confortavelmente numa poltrona, já no interior do avião, olhou para dentro da bolsa para tirar os óculos. Para sua grande surpresa, viu intacto o pacote de biscoitos que tinha comprado! Sentiu imensa vergonha! Percebeu que quem estava errada era ela... Tinha-se esquecido que tinha guardado os biscoitos na sua bolsa. O homem tinha dividido os biscoitos dele com ela, sem se sentir indignado, nervoso ou revoltado. Entretanto ela tinha ficado muito transtornada, pensando estar a dividir os biscoitos dela com ele. E já não havia ocasião para se explicar... Nem pedir desculpa!



Conclusão: Existem 4 coisas, que não se podem recuperar nunca...


1° A pedra depois de atirada!
2° A palavra depois de proferida!
3° A ocasião depois de perdida!
4° O tempo depois de passado!



A hora é agora. Perdoe, arrependa-se e ame!
Chega de achismos e de conclusões obscuras.
Busque a mudança já! Amanhã pode ser tarde demais...

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Chá da tarde...

Postado por Luana Ciriaco às 14:18 1 comentários
Qual é o seu livro favorito?




Entre todos os livros que tive o prazer de folhear nenhum me encantou mais do que a saga do jovem Harry a maneira com que a autora descreve cada acontecimento é fantástica. Para mim um livro é muito mais do que uma bagagem de conhecimento é uma viagem só de ida com direito a vitórias e derrotas é a melhor maneira de fugir dos nossos problemas e conhecer um mundo onde tudo é possível.

Pratique a Leitura

Postado por Luana Ciriaco às 13:41 0 comentários

Não conte a ninguém

Há oito anos, enquanto comemoravam o aniversário de seu primeiro beijo, o Dr. David Beck e sua esposa, Elizabeth, sofreram um terrível ataque. Ele foi golpeado e caiu no lago, inconsciente. Ela foi raptada e brutalmente assassinada por um serial killer.

O caso volta à tona quando a polícia encontra dois corpos enterrados perto do local do crime, junto com o taco de beisebol usado para nocautear David. Ao mesmo tempo, o médico recebe um misterioso e-mail, que, aparentemente, só pode ter sido enviado por sua esposa.

Esses novos fatos fazem ressurgir inúmeras perguntas sem resposta: Como David conseguiu sair do lago? Elizabeth está viva? E, se estiver, de quem era o corpo enterrado oito anos antes? Por que ela demorou tanto para entrar em contato com o marido?







quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Postado por Luana Ciriaco às 16:11 0 comentários

***FRASES ALVO DUMBLEDORE***



Para uma mente bem estruturada, a morte é apenas uma aventura seguinte


São as nossas escolhas que revelam o que realmente somos, muito mais do que as nossas qualidades.


A verdade é uma coisa bela e terrível, por isso deve ser tratada com grande cautela


"Naturalmente está acontecendo dentro da sua cabeça,mas por que é que isto deveria significar que não é verdadeiro?"


Porque nos sonhos entramos num mundo inteiramente nosso.Deixe que mergulhe no mais profundo oceano,ou flutue na mais alta nuvem.


Não vale a pena mergulhar nos sonhos e esquecer de viver.


As conseqüências de nossos atos são sempre tão complexas, tão diversas, que predizer o futuro é uma tarefa realmente difícil.


O problema é que os seres humanos têm o condão de escolher exatamente aquilo que é pior para eles.


Matar não é tão fácil quanto crêem os inocentes.


A velhice é tola e esquecida quando subestima a juventude.


Cada qual acredita que o que tem a dizer é muito mais


importante do que qualquer coisa que o outro tenha a contribuir


Prefiro não guardar todos os meu segredos em uma unica cesta, particularmente uma cesta que passa tanto tempo pendurada no braço de Lord Voldemort


A indiferença e o abandono muitas vezes causam mais danos do que a aversão direta.


Embora venhamos de lugares diferentes, falemos línguas diferentes, nossos corações batem como um só. '


"É necessária muita audácia para enfrentar nossos inimigos, mas maior audácia para enfrentarmos nossos amigos”.


"É possível encontrar a felicidade mesmo nas horas mais sombrias, se lembrar de acender a luz."


"Sempre chame as coisas pelo nome que têm. O medo de um nome aumenta o medo da coisa em si."


"Em breve nós teremos que escolher entre o que é facil e o que é certo".


"Todos temos o bem e o mal dentro de si, mas o que realmente importa não são as semelhanças e sim as diferenças."


“Compreender é o primeiro passo para aceitar, e somente aceitando você pode se recuperar”.


“Amortecer a dor por algum tempo apenas a tornará pior quando você finalmente a sentir”


Palavras são, na minha nada humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia. Capazes de formar grandes sofrimentos e também de remedia-los.






terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Meu universo Literário...

Postado por Luana Ciriaco às 16:25 1 comentários



MEU UNIVERSO LITERÁRIO


Quando escrevemos uma história, podemos encontrar um universo, no qual desejamos por toda a nossa vida, entramos em contato com o nosso lado emocional e racional, combatemos o mal e o bem. A escrita nos proporciona infinitos prazeres, que apenas leitores assíduos podem compreender, a sensação de poder estar perto dos nossos sonhos e desejos mais profundos torna a escrita uma fonte de prazer incalculável...


Luana Ciriaco.
                                                       
                                                                     
                                                                

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Medo do Futuro...

Postado por Luana Ciriaco às 15:37 0 comentários


SOMBRAS ...

Por muitos anos fiquei imaginando como seria o meu futuro, acho que isso é normal quem é que nunca parou para pensar no como seria a vida daqui a dez ou vinte anos, mas a verdade é que nunca vamos conseguir responder essa pergunta o futuro é imprevisível são as nossas escolhas que nos direcionam a um caminho de vitórias ou derrotas. Hoje acordei pensativa fiz uma escolha que jamais pensei em fazer na vida, pelo menos não sobre pressão.

Sair de casa me parece uma boa idéia mais quando olho para trás e vejo tudo que estou abrindo mão me sinto incomodada é claro que o desconhecido nos gera um pavor momentâneo mais dependendo da sua intensidade ele pode transformar uma pequena gota d’água em uma tempestade e é disso que tenho medo, não sei ao certo mais tenho medo de perder o controle e acabar estragando tudo. Sempre fui certa nas minhas decisões prefiro aprender com os meus erros a nunca tentar para alguns isso é um defeito mais para mim é como se fosse um livro de suspense nunca sabemos o que vai acontecer no final, ás vezes da certo outras não, mas qual é o fundamento da vida?

Talvez esteja na hora de eu cometer erros e de me aventurar por um mundo desconhecido, não sei quando será o momento certo e muito menos se ele existe, mas buscar a minha própria perfeição faz parte desta jornada e eu estou disposta a seguir em frente, não me importa quem me atirou a primeira pedra, o que eu quero é deixar ela no chão no lugar de onde nunca devia ter saído. A vida é como uma cadeia alimentar dependemos tanto um dos outros que não nos damos conta do quanto somos tolos ao agredimos alguém que amamos. Não sou a menina mais ignorante do mundo nem a mais sabia só estou à procura de um espaço onde as diferenças não tenham importância e o amor pelo próximo seja uma qualidade e não um defeito.

Quando olho ao meu redor e sinto que as coisas estão se complicando fico triste. Percebo que meu coração já não é mais o mesmo e que o rancor está me asfixiando estou começando a sufocar e o grito não passa pela minha garganta. Queria correr e me esconder em um lugar onde ninguém me conheça onde os meus contos são apenas contos e não um reflexo da minha realidade.

Luana Ciriaco.

 

*** Luana Ciriaco*** Copyright © 2009 Paper Girl is Designed by Ipietoon Sponsored by Online Business Journal